Kyocera

Historia do conteúdo – Descubra como toda a gestão do conteúdo evoluíu

Partilhe este artigo
Historia do conteúdo

Se lhe pedíssemos para reflectir sobre as origens das soluções de gestão de conteúdos, o que lhe viria à mente? Provavelmente pensaria no mundo dos negócios modernos e na transformação digital dado serem conceitos e palavras da atualidade. Mas e se disséssemos que isso vai muito para além disso? De volta à idade da pedra, para sermos mais precisos!

A primeira forma usada para guardar conteúdo e informações

Nós, enquanto seres humanos fomos sempre fascinados pelos mistérios do mundo em nosso redor e, em muitas culturas, as nossas tentativas de compreender tais mistérios envolvia manter registos. Pinturas rupestres são o exemplo mais antigo dessa necessidade de ter registos, fornecendo um método engenhoso para guardar conhecimento sobre o meio ambiente e a vida selvagem em fotos.

Com o aparecimento das primeiras cidades a necessidade de guardar informação aumentou. Consideremos o exemplo do Código de Hamurabi, o equivalente mesopotâmico de software de gestão de contratos e conteúdos esculpido em pedra e pedaços quadrados de argila – o material preferido para guardar dados na antiga Babilônia.

Alguns anos mais tarde, na antiguidade, obras literárias e científicas passaram a ser armazenadas em rolos de papiro. Acredita-se que a Grande Biblioteca de Alexandria tenha tido um milhão de rolos no seu pico, tornando-se a capital de arquivamento de dados do seu período. Os romanos também entenderam a importância da gestão eficiente da informação e criaram o primeiro serviço postal da história para expandir seu controle.

A importância do papel na história do conteúdo

A partir do momento em que o papel foi inventado, este tornou-se o meio de escolha para a captura e arquivamento de dados, porque era mais barato e mais conveniente do que o bambu ou a seda. A invenção do papel abriu o caminho para Gutenberg desenvolver a “impressora” no século 14, como uma forma de criar várias versões de documentos importantes. O dispositivo de Gutenberg tornou mais fácil criar, copiar e partilhar informações. A invenção de Gutenberg foi tão importante para a sociedade contemporânea do seu tempo que pode ser comparada com o enorme impacto da transformação digital na sociedade atual.

Em meados do século XIX, a chegada do telégrafo revolucionou as telecomunicações. De repente, as pessoas puderam enviar informações eletronicamente de um continente para outro em tempo real. O telefone continuou essa tendência, permitindo que as pessoas partilhassem dados umas com as outras instantaneamente entre fronteiras e oceanos.

Como o conteúdo é guardado na actualidade

A invenção dos computadores modernos e da internet reformulou por completo a maneira como pensamos sobre a gestão de conteúdo. Na era digital, temos acesso a uma quantidade interminável de dados que podemos usar para otimizar os negócios independentemente do seu sector.

Se o processamento manual de faturas e contratos parece desatualizado, é porque é!

Os escritórios sem papel estão em ascensão e em poucos anos escritórios que ainda usem papel passaram a ser vistos como tão antigos quanto os pedaços quadrados de argila de Hamurabi. Os Serviços de Conteúdo são a resposta moderna à gestão de informações e conteúdos, permitindo lhe que arquive, proteja e partilhe dados importantes de forma eficiente em toda a sua empresa.

 

Kyocera
,